Bagarai » Negócios » Sara Lee inaugura fábrica em Salvador

Sara Lee inaugura fábrica em Salvador

Multinacional líder em café no Brasil quer expandir atuação no mercado do Nordeste

março 23, 2011

A Sara Lee, líder nacional no mercado de café, inaugurou sua segunda fábrica no país e reitera a importância do Brasil na estratégia global de negócios da companhia. A planta industrial – localizada em Salvador, na Bahia – foi incorporada pela multinacional americana em novembro do ano passado como parte da aquisição da Café Damasco em um negócio que totalizou R$ 100 milhões.

Durante o evento de inauguração, nesta quarta-feira (23), o presidente da Sara Lee no Brasil, Dantes Hurtado, recebeu o Secretário da Agricultura do Estado da Bahia, Eduardo Salles que representou, na ocasião, o governador Jacques Wagner.

O Secretário ressaltou a importância da chegada da Sara Lee à Bahia para a modernização da indústria local. “Aqui é agricultura é 95% familiar e nosso café já ganhou prêmios nacionais e internacionais. Com vinda da Sara Lee, vamos agregar valor ao produtor baiano, ganharemos em sustentabilidade e iremos contribuir para a geração de empregos e renda”, afirmou Salles.

Segundo o Presidente da Sara Lee, Dantes Hurtado, o objetivo da empresa, que detém 22,3% de participação em volume do mercado nacional, é crescer com mais força no dinâmico mercado do Nordeste, adquirindo uma posição mais competitiva na região.

“A Sara Lee chega à Bahia trazendo benefícios para o estado, como a geração de mais 500 empregos diretos e indiretos e a parceria que pretendemos estabelecer com os produtores de café da região. Nosso objetivo é melhor atender os clientes e consumidores do Norte e Nordeste com as marcas Pilão e Caboclo”, explica o executivo.

Localizada no bairro Pirajá, a unidade com área total de 16 mil metros quadrados (sendo 4.600 metros quadrados de área construída) abrigará a base do escritório regional de Vendas da região Nordeste. Os equipamentos de produção passaram por ajustes e testes, além de receber linhas de embalagens e outros equipamentos para ampliar a capacidade instalada, atendendo, nesta fase inicial, ao volume de produção anual de cerca de 20 mil toneladas. “Na planta de Salvador, iremos comprar 450 mil toneladas por ano dos produtores locais e a nossa meta é, em cinco anos, duplicar esse volume”, afirma Dantes Hurtado. Atualmente, a Bahia registra uma produção de 2,2 milhões de sacas/ano (dados da Assocafé – Associação dos Produtores de Café da Bahia).

A Sara Lee possui, desde 2006, uma unidade fabril localizada em Jundiaí, no interior de São Paulo. Com 35 mil metros quadrados de área construída, num total de 226.596 metros quadrados é a maior e mais moderna fábrica de café torrado e moído da América Latina, com capacidade de produção anual de 180 mil toneladas.

Além de Pilão, marca líder nacional com mais de 30 anos no mercado, com 13% participação, e Caboclo, marca tradicional com mais de 80 anos de história e quinta no ranking nacional, a Sara Lee também comercializa marcas como Damasco, Palheta, Café do Ponto e Moka. Recentemente, companhia também lançou Senseo®, um sistema de café mono-dose em sachês trazido ao Brasil em parceria com a Philips.

Atualmente, o Brasil é o segundo maior mercado de café do mundo e continua crescendo aproximadamente 5% (ABIC) em valor a cada ano. “Isso significa que o Brasil será um dos impulsores chave de crescimento da Sara Lee Internacional – Divisão de Bebidas, num futuro próximo”, afirma o presidente da companhia no país.

Sobre a Sara Lee Cafés

A Sara Lee, multinacional americana, ingressou no Brasil em 1998 e iniciou um processo de aquisições de marcas. Na atualidade, todas as suas operações no Brasil estão concentradas no mercado de cafés, com as marcas Pilão, Café do Ponto, Seleto, Caboclo, Moka e Jaraguá, além do sistema monodose de café Senseo®, uma parceria mundial da Sara Lee com a Philips, trazido ao Brasil em outubro de 2010.

A planta industrial de Jundiaí, que foi inaugurada em 2006, conta com 35 mil metros quadrados de área construída, num total de 226.596 metros quadrados e é a maior e mais moderna fábrica de torra e moagem de café da América Latina. No Brasil, a Sara Lee emprega 1.225 funcionários diretos e cerca de 200 indiretos. Merece destaque ainda a preocupação da empresa com a Sustentabilidade: apoio a agricultura sustentável, compra de cafés com selo Utz, aproveitamento da água da chuva e a manutenção de APP – Área de Preservação Permanente, com aproximadamente 52.000 metros quadrados, além de rígido processo de controle de emissão de poluentes.

No mercado desde 1939, a Sara Lee encanta milhões de consumidores e clientes ao redor do mundo. A empresa possui um dos mais amados e principais portfólios com suas marcas inovadoras e confiáveis de alimentos e bebidas, incluindo Ball Park, Douwe Egberts, Hillshire Farm, Jimmy Dean, Sara Lee e Senseo. Juntas, nossas marcas geram aproximadamente US$ 11 bilhões em vendas líquidas anuais. Sara Lee tem aproximadamente 33.000 funcionários trabalhando em suas operações em todo o mundo. Acesse o site para se informar sobre as últimas novidades e informações sobre a Sara Lee e suas marcas.

k